Volta Sumário
 
   
Faça o download do livro completo em word clicando aqui
 
 

Apresentação

 

 
 

O Conselho Federal de Medicina, em 1997 iniciou um processo de discussão com seus Conselhos Regionais, lideranças médicas, professores, gestores e parlamentares que militam na saúde, com objetivo de elaborar um diagnóstico atual como, também, apresentar propostas e reflexões, uma vez que estávamos no período denominado "ano da saúde" pelo Governo Federal.
Foram coletados documentos de diversos setores e ocorreram discussões em vários fóruns realizados durante o ano de 1997. Havia a preocupação do CFM em envolver profissionais médicos com visões diferenciadas sobre o atual projeto político que está em curso no País, de forma que pudessem garantir a diversidade de opiniões e maior representatividade deste trabalho.
Chamou-nos a atenção, no entanto, a similaridade das avaliações sobre a situação da saúde no Brasil e o discurso hegemônico de apoio ao Sistema Único de Saúde. Algumas variáveis surgiram na discussão dos modelos de gestão e assistenciais, mas o SUS foi referendado como uma concepção correta para as necessidades da população brasileira.
A transformação do ensino médico para se adequar a uma prática mais humanística e ética do exercício da Medicina, foi apontado como um dos pontos prioritários, aliada a uma urgente política de recursos humanos que possibilitasse viabilizar um novo pacto dos profissionais de saúde com o SUS.
O Brasil vive hoje grave crise econômica por variados motivos que deterioram inclusive a inter?relação internacional, com efeitos nefastos sobre a população que demanda maior atenção governamental para as políticas sociais. Entendemos que esta visão essencialmente monetarista em detrimento, principalmente da educação e saúde deve ser questionada por todos e o CFM tenta apontar, neste trabalho, provocações desta discussão com a sociedade e alternativas de solução.
O uso abusivo de tecnologia, o modelo hospitalocêntrico e a excessiva fragmentação da prática especializada foram reitorados objetos de discussão, mas nenhum item foi tão consensual como o inadiável estabelecimento de fontes estáveis e permanentes de financiamento para o setor saúde nos diversos níveis de governo. Divulgamos, portanto, este trabalho à sociedade em geral não com a

pretensão de apresentar propostas inusitadas, mas sim de reafirmar pontos que se mantém consensuais, bem como alternativas de solução de problemas, esperando que tais contribuições auxiliem na propositura maior de que todos os anos, realmente, proporcionem mais saúde para o povo brasileiro.


Agradecimentos:

À Equipe Técnica comprometida com a execução deste trabalho, mais especialmente ao Dr. Flávio A. de Andrade Goulart e Dr. Gilson de Cássia M. Carvalho, o nosso agradecimento pela competência, dedicação e denodo.
Este trabalho somente foi possível com a participação efetiva de ilustres profissionais de variadas áreas de atuação que, pela sua abnegação, seriedade e clareza de propostas nomeamos e agradecemos: Dr. Armando Martinho Bardou Raggio, Dra. Elisa Vianna Sá, Dr. Jamil Haddad, Dr. Davi Capistrano, Dr. Hésio Cordeiro, Dr. Carlile Guerra de Macedo, Dr. Paulo Amarante, Dr. Carlos Eduardo Ferreira, Dr. José Luiz Spigolon, Profª Maria Helena Machado, Dr. Dario Birolini, Dr. Vicente Amato Neto e Dr. Mário Rigato.
Agradecemos, ainda, aos parlamentares presentes aos nossos debates pela sua demonstração de comprometimento com as políticas sociais: Deputado José Aristodemo Pinotti, Deputado José Elias Murad, Deputado Paulo Delgado, Deputado Sérgio Arouca, Deputada Jandira Feghali, Deputado Carlos Magno.


Waldir Paiva Mesquita

Presidente

 

 Volta Sumário